Subestação de energia, saiba os conceitos e definições com a LOGIX. | LOGIX | uma empresa Cast Group

O que é uma subestação de energia e como funciona?

Grupo LOGIX é premiada no 9º Top Engenharias
outubro 10, 2016
Seminário STPC
Diretores da Logix participam do XIII Seminário STPC – Técnico de Proteção e Controle.
outubro 25, 2016

O que é uma subestação de energia e como funciona?

Saiba o que é uma subestação de energia e como funciona.

Subestação de energia (SE) são conjuntos de equipamentos de manobra usados para dirigir o fluxo de energia em sistema de potência.

Possibilitam a sua variação através de rotas alternativas, possuindo dispositivos de proteção capazes de detectar os diferentes tipos de falhas que ocorrem no sistema e de isolar os trechos onde estas falhas ocorrem.

As subestações são responsáveis pela distribuição da energia elétrica. Antes de chegar às casas, a eletricidade percorre um sistema de transmissão que começa nas usinas e passa por estas estações, onde equipamentos chamados transformadores fazem o aumento ou a diminuição da tensão.

Quando elevam a tensão elétrica, os transformadores evitam a perda excessiva de energia ao longo do percurso. Quando rebaixam a tensão, já nos centros urbanos, permitem a distribuição da energia pela cidade. Funcionam, deste modo, como pontos de entrega de energia para os consumidores.

Para se tornar adequada para o consumo, a energia passa por transformadores menores, instalados nos postes das ruas. Eles reduzem ainda mais a tensão que será recebida nas casas e estabelecimentos comerciais.

O fornecimento de energia é feito por meio de um grande e complexo sistema de subestações, linhas de transmissão e usinas, que constituem o Sistema Interligado Nacional (SIN).

Subestação transformadora: 

A subestação transformadora elevadora converte a tensão de suprimento para uma tensão maior e se localiza próximo aos centros de geração.

A subestação transformadora abaixadora converte a tensão de suprimento para uma tensão menor e se localiza próximo aos centros de carga ou de suprimento a uma indústria, no final de um sistema de transmissão.

Subestação Seccionadora, de Manobra ou de Chaveamento

É responsável por interligar circuitos de suprimento sob o mesmo nível de tensão tornado possível sua multiplicação, além de possibilitar o seccionamento de circuitos, permitindo a energização de trechos de menor comprimento.

Subestação Interna ou Abrigada

Onde os equipamentos são instalados protegidos do tempo, podendo ser uma edificação ou câmara subterrânea. Podem consistir de cubículos metálicos, além de subestações isoladas a gás.

 Subestação Externa ou Ao Tempo

Onde os equipamentos são instalados ao tempo e, portanto, ficam expostos às condições climáticas que causam desgastes dos materiais componentes, exigindo mais manutenções e comprometem a eficiência do equipamento.

Fonte do texto: Subestações: Tipos, Equipamentos e Proteção – Prof. Paulo Duailibe

subestação de energia

Fique por dentro das melhores notícias e mais recentes conteúdos do ramo de energia seguindo nossas redes sociais:


Facebook
| Linkedin | Twitter